fundaçãoDiante do impulso inédito adquirido pelo desenvolvimento industrial na região, demandando mão-de-obra especializada, a ACIRP tomou a iniciativa de reivindicar ao SENAI-SP a instalação de uma unidade escolar na cidade. O primeiro passo para a criação de uma escola profissionalizante na cidade foi dado pela Associação Comercial, Industrial e Agrícola de São José do Rio Preto (ACIRP), liderada por Valdemar de Oliveira Verdi, ainda na segunda metade da década de 1950.

Em 27 de outubro de 1958, atendendo a convite da associação, Ítalo Bologna, Diretor Regional do SENAI/SP visitou São José do Rio Preto, iniciando as providências que resultariam na implantação da escola.

No ano seguinte, a Prefeitura Municipal se prontificou a oferecer ao SENAI um terreno situado na área anteriormente ocupada pelo antigo aeroporto da cidade. O projeto de doação do terreno foi transformado em lei meses depois. A escritura foi lavrada em 1960.

Com o nome de Escola SENAI de São José do Rio Preto, a unidade iniciou suas atividades em 3 de fevereiro de 1964. Tinha capacidade para 150 aprendizes, oferecendo o Curso de Aprendizagem Industrial para as ocupações de Mecânico Geral, Marceneiro e Mecânico de Automóveis.

Em 1974, a unidade passou a se chamar Escola SENAI “Antonio Devisate”, em homenagem ao industrial que integrou o grupo dos fundadores do SENAI.

Na segunda metade da década de 1980, a Escola SENAI “Antonio Devisate” estruturou cursos para o setor de joalheria, concretizando uma parceria com a Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Noroeste Paulista (AJORESP). Na mesma época, foi equipada com uma oficina de eletricidade, passando a formar aprendizes na ocupação Eletricista de Manutenção.

Em 1995 a escola passou por reformas. Nessa ocasião foram instalados a oficina de construção civil e os laboratórios de hidráulica e pneumática, metrologia e informática.

A partir de 2005, no contexto de um amplo plano de investimentos do SENAI-SP para modernização da base instalada de suas escolas e atendimento às vocações das economias regionais do estado, a unidade foi reformada e ampliada, tendo recebido novos equipamentos. Ainda em 2005 foi autorizado o funcionamento do Curso Técnico em Eletroeletrônica em suas dependências.

Em 2006, em parceria com a instituição Programa Cidadão do Futuro, de Catanduva, a escola implantou naquela cidade o curso de aprendizagem industrial para a ocupação de Assistente Administrativo.

Em 2009, iniciou-se o Curso Técnico em Eletromecânica.

Ao longo de 5 décadas, a escola vem atendendo à indústria em áreas tecnológicas diversificadas, oferecendo cursos de Aprendizagem Industrial e formação profissional para trabalhadores adultos.
 
Em 19 de dezembro de 2014,  a escola foi honrada pela Câmara Municipal de São José do Rio Preto, em sessão solene, com a homenagem pelos serviços prestados à região de Rio Preto ao longo de 50 anos, A Escola SENAI Antonio Devisate,  recebeu na referida data a Medalha 19 de Julho e o Diploma de Gratidão da cidade de São José do Rio Preto. O Decreto Legislativo nº 1.171, de 18 de dezembro de 2013, é de autoria do Ver. Cel. Jean Charles O. D. Serbeto, que indicou o SENAI como primeira Entidade/ Empresa a receber a honraria. A indicação foi aprovada por unanimidade pela câmara em um gesto de reconhecimento da qualidade e competência dos serviços prestados pelo SENAI na região.
A Noite foi emocionante, Parabéns a todos os colaboradores que ao longo de 50 anos participaram e participam dessa história de sucesso em promover Educação Proffissional com excelência.